Exposições

Sertão BRASIL – uma viagem pelas veredas do Rosa

“O sertão é do tamanho do mundo”

Em maio de 1952, o escritor João Guimarães Rosa saía em busca de elementos para sua obra. Numa viagem que durou nove dias, acompanhou oito vaqueiros pelo norte de Minas Gerais, sua terra natal, percorrendo 260 quilômetros em meio aos campos gerais. Quatro anos mais tarde, lança Grande Sertão: Veredas, uma das mais importantes obras da literatura brasileira, na qual retrata com minúcias lugares e pessoas do sertão mineiro, nas palavras do valente cangaceiro Riobaldo.

 

 

Ambientação cenográfica criada para suporte de trechos do Livro: Grande Sertão Veredas espalhadas na área externa da unidade do SESC Interlagos.

 


“Vida é sorte perigosa passada na obrigação toda noite é rio-abaixo todo dia é escuridão…”

 

 

“O sertão está em toda parte, o sertão está dentro da gente. Levo o sertão dentro de mim e o mundo no qual vivo é também o sertão”

Guimarães Rosa

 

 

 

SESC Interlagos – SP
Curadorias das Frases: João Correia Filho
Cenografia: Jefferson Duarte e Yara Candotti
Produção e Montagem: Candotti Cenografia


ATENÇÃO: Os comentários publicados nesta seção são de responsabilidade integral de seus autores e não representam a opinião da Celophane Cultural. Lembramos que não são permitidas mensagens com propagandas, conteúdos ofensivos, discriminatórios e desrespeitosos.


#OcupaSacy

jun 14, 2019

O Rouxinol e a Rosa

jun 13, 2019