Cenografia

Uma Casa Mil OLhares

 

Uma Casa Mil Olhares

Ao longo dos anos, as famílias brasileiras viveram diversas experiências de consumo. A necessidade de consumir de forma consciente para preservar o meio ambiente, no entanto, persistiu à passagem do tempo e nunca saiu de moda. É o que mostra a exposição itinerante “Uma Casa, Mil Olhares”.

 

5939788636_27b4586b57_z

 
A Exposição inaugurou no Parque do Ibirapuera, durante a Virada Sustentável, e já viajou várias cidades brasileiras

“Nossa intenção é mostrar para as pessoas as mudanças ocorridas nos hábitos das famílias ao longo dos anos, sugerindo reflexão, iniciativas e soluções acerca do consumo consciente e dicas para se levar uma vida mais saudável e equilibrada”,“a ideia é levar os consumidores que visitarem a exposição a refletir sobre o crescente acesso a novos bens de consumo ao longo das últimas cinco décadas e os impactos dessa mudança sobre o meio ambiente, sobre nós mesmos e sobre a economia,” disse.

 

5939253389_39f054dec2_z

 

Para a elaboração da casa, o Instituto Akatu forneceu informações técnicas e conteúdos sobre consumo consciente de produtos em geral, alimentos, água e energia e sobre descarte correto e reciclagem dos resíduos.

A exposição
A casa mede cerca de 100 metros quadrados e cada ambiente representa o estilo de vida da família brasileira em determinada época, contrapondo os estilos de vida de cada período ao atual.

São, no total, seis ambientes residenciais típicos do Brasil e cada um aborda aspectos específicos repassando aos visitantes dicas de consumo consciente.

Na sala, a exposição destaca a importância do consumo consciente de energia por eletroeletrônicos, além de evidenciar a contribuição desses aparelhos no convívio e relações familiares.

 

5939830884_30dede1bac_z

 

No quarto são abordadas, principalmente, questões ligadas ao consumo do vestuário. Em geral, esse consumo é excessivo devido ao hábito que os consumidores têm de acompanhar as tendências do mundo da moda.

Na cozinha, local de excelência para o convívio familiar, é destacada a importância do reaproveitamento de alimentos. Há também diversas dicas para a coleta seletiva tanto de resíduos úmidos (restos de alimentos e óleo de cozinha) como secos (embalagens de produtos).

No banheiro, onde o uso de água é mais frequente, a exposição fala da importância da preservação desse recurso, que é finito. Além disso, mostra que cuidar da água é, ao mesmo tempo, um ato de solidariedade, face aos milhões de pessoas que não têm acesso ao recurso.

A natureza viva também faz parte da casa. No quintal tem elementos como árvores e plantas, destacando a relação entre o homem e a natureza, além de ser o local onde, geralmente, são depositados os resíduos domiciliares.

 

Site: Uma Casa Mil OLhares

Cenografia – Jefferson Duarte e Yara Candotti

Produção e Montagem: Candotti Cenografia

Ilustrações de Naná Lavander e Adriana Meirelles.

Patrocinio Kraft Foods
Apoio técnico Instituto Akatu
Realização: Evoluir Cultural

Fotos – Viviane Lopes


ATENÇÃO: Os comentários publicados nesta seção são de responsabilidade integral de seus autores e não representam a opinião da Celophane Cultural. Lembramos que não são permitidas mensagens com propagandas, conteúdos ofensivos, discriminatórios e desrespeitosos.


#OcupaSacy

jun 14, 2019

O Rouxinol e a Rosa

jun 13, 2019